Concurso de ideias: Luminária Sustentável

Um casarão histórico e repleto de referências recebeu a turma de design de interiores da Unidavi, na quinta (6), para conhecer um pouco mais sobre ecodesign e o desafio do Concurso de Ideias.

O casarão é sede da Proposta Verde, empresa que trabalha com móveis a partir de madeira de demolição, e eco luminárias e jóias. A empresa traz também o conceito de desenvolvimento sustentável  para seu negócio, a partir do impacto social, ambiental e econômico.

O objetivo é incentivar iniciativas que envolvam Luz e Meio Ambiente, estimulando a criatividade dos acadêmicos para a criação de luminárias ecológicas. A ideia surgiu do convite da universidade para a Proposta Verde. Ana Pisseta conta que a ideia de propor o concurso de uma luminária foi definida em conjunto e comenta a experiência da marca no produto. “ O João foi fazer uma especialização em ecodesign em Curitiba e lá um shopping fez um concurso para desenvolver luminárias, a Proposta Verde foi vencedora e pensamos, não dá pra fazer só móveis![…] Buscamos parceiros e a Taschibra abriu as portas pra gente. Começamos a elaborar projetos e receber feedbacks dos produtos, de ajustes, foram 5 anos de trabalho e adaptações.”

O encontro apresentou conceitos do ecodesign,sua origem recente nos Estados Unidos e também o uso dos materiais para criação de produtos eco, realizado por João Dolzan, eco designer da marca.

O concurso terá agora fase de desenvolvimento dos projetos pelos acadêmicos, acompanhando pela professora Vivian Ecker e o coordenador do curso Jean Caetano. Em julho uma banca formada pela Proposta Verde, e seus parceiros,Taschibra e Indústria Stolf escolhem 3 projetos. O grande vencedor  terá a sua luminária construída e a levará de presente. Os três projetos serão apresentados a clientes e investidores para futura produção também, oferecendo aos vencedores participação sobre a venda das peças.

“Acho que vai abrir muitas portas, ainda mais paras pessoas que tem bastante criatividade, para libertar toda essa criatividade dentro dela, e se gostar pode até ser um ramo pra vida.” Giovani filho do casal.

Cobertura fotográfica completa