CENA LIVRE #4: Costeletas

Retratando as cenas do cotidiano com letras descontraídas e um som dançante, assim são as músicas da Costeletas. A banda de Rio do Sul surgiu sem grandes pretensões, lá em 2006, mas logo ganhou corpo e voz, pra fazer o próprio som, tocar e se divertir.

Hoje o Cena Livre te apresenta os Costeletas:

Atualmente formada por Guilherme Frahm e Rafael Tschumi, na guitarra e vocais, Fernando Ávila, na bateria e backing vocal e Rodrigo Fronza no baixo e backing vocal, a banda já lançou dois discos. O primeiro de 2012, “Músicas de tirar a mão do bolso”, rendeu também o primeiro vídeo clipe da banda, com Hei Menina. Confere o clipe premiado no Festival de Cinema de Blumenau.

Já o segundo álbum, “Poderosa ação desengripante”, tem toda produção em Rio do Sul com gravação e masterização no Pro áudio vídeo Studio. Os discos completos da banda estão disponível aqui, no Spotify.

Gravação Cena Livre – CosteletasA banda participou também do projeto Tributo a nós mesmos, onde acrescentou pandeiros e ritmo ao hardcore da banda Homem Lixo, com a versão de “Sai que eu vou vomitar”. Já conhece o álbum? Apicultores Clandestinos, Costeletas, Liss e Homem Lixo reunidas em um álbum e regravando suas próprias composições. Ouça online aqui.

Outra produção recente é o clipe da música Segunda-feira, contemplado no fundo de incentivo à cultura da cidade, o Prêmio Nodgi Pellizzetti de 2016. Dá play:

“Pra frente e pra dançar”, as músicas da Costeletas passam longe de demagogias, a soma do rock convida você a se movimentar, frente alguns paradigmas do dia-a-dia. Nem que seja a bunda do sofá.

Acompanhe a Costeletas: Facebook, Spotify, Instagram , Site.

Por Susana Lima.